Notícias Notícias

A ciência e o novo IMB

28 Março 2023
 O dia 1º de junho de 2009 ficou marcado na história da aviação mundial. O desaparecimento do...

IMB apurou que Goiás obteve destaque em números levantados pela última PNADc

16 Março 2023
O Instituto Mauro Borges de Estatística e Estudos Socioeconômicos (IMB), órgão vinculado à Secretaria-Geral de Governo (SGG), apurou que Goiás obteve destaque em números levantados pela última Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNADc), referente ao fechamento do ano de 2022. O levantamento mostrou que Goiás encerrou o ano com uma média anual de 3,66 milhões de pessoas ocupadas, o que configura o maior índice desde o início da série histórica, em 2012. Foto: Secretaria da Retomada Desemprego Além de ter a menor média anual da taxa de desemprego dos últimos 8 anos, outro dado relevante apresentado pela PNADc no 4° trimestre de 2022 foi que Goiás conquistou pelo segundo trimestre consecutivo a menor taxa de desemprego de longo prazo do país, com índice de 0,37%. A título de comparação, o estado da Bahia, posicionado em último lugar, apresentou a taxa de 5%. A taxa de desemprego de longo período mapeia pessoas que estão à procura de emprego por mais de dois anos. “Consideramos um ambiente promissor para o desenvolvimento das potencialidades das pessoas quando os índices de ocupação são altos, validados por uma baixa taxa de desemprego de longo prazo. Pois isso evidencia que, mesmo as pessoas que estão em busca de uma recolocação no mercado de trabalho, não encontram dificuldade para isso. O Governo de Goiás tem buscado ampliar a capacitação dos cidadãos goianos para que possam ocupar de maneira efetiva e melhor remunerada o mercado de trabalho, seja por iniciativa empreendedora, ou pelo emprego formal”, analisa o secretário-geral de Governo, Adriano da Rocha Lima. Rendimento médio A mesma pesquisa também mostrou que o rendimento dos goianos aumentou 10,1% no quarto trimestre de 2022 (R$ 2.769), quando comparado ao mesmo período do ano anterior (R$ 2.514). Com isso, Goiás encerrou o ano com rendimento médio habitual de R$ 2.620, com alta de 1,7% em relação ao mesmo período de 2021 (R$ 2.576). "Um dos maiores indicadores de desenvolvimento de um estado é a geração de emprego. Goiás está aliando a criação de novos postos de trabalho com o aumento dos rendimentos. Essa combinação bem-sucedida de emprego e renda, possui impactos expressivos sobre o bem-estar da população, criando um círculo virtuoso para a economia local", afirma o diretor-executivo do IMB, Erik Figueiredo.     Fonte: Comunicação SGG

Nomeado o Assessor-Executivo do IMB

15 Março 2023
O recém criado cargo de Assessor-Executivo do Instituto Mauro Borges será ocupado por Alex Felipe Rodrigues Lima. Pesquisador em Estatística do IMB, possui Mestrado em Estatística pela Universidade de Brasília (2016) e Bacharelado em Estatística pela Universidade Federal de Goiás (2013). Foi Assessor da Secretaria de Política Econômica do Ministério da Economia (02/2019-10/2020). Foi Pesquisador-Visitante no Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) (04/2017 - 01/2019) e desenvolveu pesquisas sobre Avaliação de Políticas Públicas. Foi também Gerente de Estudos e Avaliação de Políticas Públicas no IMB. Alex Lima possui vários artigos científicos publicados em renomados periódicos nacionais e internacionais e trabalhos premiados em importantes concursos de nível nacional, com destaque para 1º Prêmio Nacional de Educação (realizado pela Enap e FNDE) e XXIV Prêmio Tesouro Nacional de Monografias (realizado pela Enap e STN). Recentemente obteve o aceite na revista de Economia Aplicada da Universidade de São Paulo - USP para publicação do artigo intitulado "Experiência de Programa Educacional no Centro-Oeste Brasileiro: Um estudo para o caso de Goiás". 

Pesquisador do IMB tem artigo aceito para publicação na revista Economia Aplicada da USP

06 Março 2023
O artigo intitulado "Experiência de Programa Educacional no Centro-Oeste Brasileiro: Um estudo para o caso de Goiás", obteve o aceite na revista de Economia Aplicada da Universidade de São Paulo - USP. Esse aceite reforça a qualidade dos trabalhos que são elaborados pelos técnicos do IMB, uma vez que essa revista possui relevância nacional. Sobre o trabalho: O trabalho publicado no site do IMB e que será publicado em breve pela revista, tem por objetivo avaliar o efeito do Programa de Avaliação Diagnóstica da Aprendizagem – ADA, do estado de Goiás, Centro-Oeste brasileiro – sobre os indicadores de desempenho educacionais, dispostos em um painel de dados, no período de 2009 a 2019. Os dados utilizados na análise estão relacionados ao Censo Escolar, SAEB e ENEM, contabilizados e disponibilizados pelo INEP. A estratégia de identificação envolve a aplicação de especificações distintas do modelo de diferenças em diferenças, dentre elas a sinergia com o método Propensity Score Matching a fim de avaliar o impacto do programa para os estudantes do Ensino Médio e as triplas diferenças para estimações de impacto da ADA sobre o Ensino Fundamental. Os resultados indicam que a ADA apresenta efeitos positivos e significativos nos indicadores educacionais no Ensino Fundamental e com menor intensidade para o Ensino Médio, podendo servir de diretriz no auto aperfeiçoamento e também de base para políticas educacionais nos demais estados brasileiros. Sobre a Revista: A ECONOMIA APLICADA é uma publicação trimestral do Departamento de Economia da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, com uma linha editorial voltada exclusivamente para artigos científicos em economia aplicada. Tem por foco a publicação de trabalhos de análise econômica aplicada a problemas específicos, tanto de interesse do setor público e privado, e que contenham, particularmente, estudos quantitativos, cujos resultados possam aproximar a teoria da realidade. Os artigos submetidos são avaliados inicialmente pelos Editores quanto a sua adequação à linha editorial da Revista. Sobre os pesquisadores: Alex Felipe Rodrigues Lima,  Pesquisador em estatística, servidor de carreira do Instituto Mauro Borges - GO, é Mestre em Estatística pela Universidade de Brasília (2016) e Bacharel em Estatística pela Universidade Federal de Goiás (2013). Pesquisador em Estatística do Instituto Mauro Borges de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos do Estado de Goiás. Foi Assessor da Secretaria de Política Econômica do Ministério da Economia (Início em 02/2019-10/2020). Foi Pesquisador-Visitante no Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) (04/2017 - 01/2019) e desenvolveu pesquisas sobre Avaliação de Políticas Públicas, e foi Gerente de Estudos e Avaliação de Políticas Públicas no IMB. Teve alguns trabalhos premiados em importantes concursos nacionais, com destaque para 1º Prêmio Nacional de Educação (realizado pela Enap e FNDE) e XXIV Prêmio Tesouro Nacional de Monografias (realizado pela Enap e STN). Felipe Resende Oliveira , Professor e Pesquisador do Programa de Pós-Graduação em Economia pela UFMT Gibran da Silva Teixeira, Professor e Pesquisador do Programa de Pós-Graduação em Economia Aplicada – PPGE/FURG  

Nomeado o novo Diretor-Executivo do IMB

02 Março 2023
Nomeado para o cargo de Diretor-Executivo do Instituto Mauro Borges de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos órgão jurisdicionado à Secretaria Geral da Governadoria do Governo do Estado de Goiás, Erik Alencar de Figueiredo foi Presidente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) e Subsecretário de Política Fiscal da Secretaria de Política Econômica do Ministério da Economia. Também foi suplente do ministro da Economia no Conselho da Previdência Social e atuou no Conselho de Administração do Banco da Amazônia e no Conselho da Associação Brasileira de Desenvolvimento. Bolsista de produtividade em pesquisa nível 1 do CNPq, com pós-doutorado na Universidade do Tennessee, Knoxville e doutorado em economia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Tem 68 artigos publicados em revistas nacionais e internacionais. “É uma honra poder fazer parte de um órgão que contribui tão diretamente para a construção de políticas públicas eficientes. Como gestor público em diferentes papéis que já desempenhei, percebi que a gente se sente ainda mais motivado quando o fruto dos nossos estudos e pesquisas é utilizado para embasar leis e decretos que influenciam diretamente na melhoria da vida das pessoas. E vejo que em Goiás terei essa satisfação ao trabalhar aqui no IMB”, afirmou Figueiredo.  

IMB passa a divulgar o PIB de forma mensal

10 Fevereiro 2023
A partir de uma parceria entre a Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (SEADE/SP) e a Secretaria-Geral de Governo, por meio do Instituto Mauro Borges, passará a divulgado, pela primeira vez, em Goiás, o PIB de forma mensal. O estado se destaca no cenário nacional, sendo o terceiro estado a divulgar essa importante estatística macroeconômica com periodicidade mensal.  O PIB Mensal goiano apresenta a variação do volume do PIB e dos grandes setores econômicos, com a menor defasagem possível, a fim de subsidiar os agentes econômicos no processo de tomada de decisão. São disponibilizadas duas séries, com início em janeiro de 2003.  A série com ajuste sazonal permite a comparação com o mês imediatamente anterior, enquanto a série sem ajuste sazonal permite a comparação com igual período do ano anterior e fornece a informação acumulada. Ressalva-se que, por ser um indicador de curtíssimo prazo, as estimativas se sujeitam a revisões mensais, conforme atualizações das fontes de dados.  

Publicado o Boletim Trimestral da Economia Goiana - 3º Trimestre de 2022

29 Dezembro 2022
A fim de contribuir com a compreensão do cenário econômico, publica-se este boletim, em que o IMB cumpre sua missão de disseminar conhecimento e informação, sobretudo, da economia goiana, contextualizando-a com os principais eventos econômicos do Brasil e do mundo. O foco desta análise contempla os dados do terceiro trimestre de 2022.

IMB publica Relatório de Atividades - 2022

21 Dezembro 2022
O Instituto Mauro Borges de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos – IMB – atua na produção e sistematização de informações sobre aspectos socioeconômicos, na divisão administrativa e territorial do Estado de Goiás e na documentação geográfica e cartográfica do território goiano. Também elabora estudos socioeconômicos que, incluem o monitoramento e a avaliação de políticas públicas, assessoramento e produção de análises sobre a economia goiana e de seus indicadores macroeconômicos, bem como fornece bases de dados estatísticos, geográficos e cartográficos, operando para o fortalecimento da área de geoprocessamento do estado.  Focado em sua missão de oferecer pesquisas e estudos que contribuam para o planejamento e elaboração de políticas e ações públicas, o IMB apresenta este relatório referente às ações e atividades realizadas durante o ano de 2022. 

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de Cookies , ao continuar navegando, você concorda com estas condições.