Goiás lidera geração de empregos no país no primeiro quadrimestre de 2013

Segundo o CAGED, Cadastro Geral de Empregados e Desempregados - do Ministério do Trabalho e Emprego, em Goiás foram geradas 51.226 novas colocações com registro em carteira (ajustado com as declarações entregues pelas empresas fora do prazo), no primeiro quadrimestre de 2013, representando um acréscimo de 4,45%, superior ao nacional que foi de 1,39%. Este resultado fez com que Goiás alcançasse o primeiro lugar, em termos relativos, e o sexto lugar, em termos absolutos, dentre as vinte e sete Unidades da Federação, no primeiro quadrimestre de 2013, considerando a série ajustada com as declarações entregues pelas empresas fora do prazo, conforme demonstrado nos gráficos e tabela a seguir.


 

 

 

 

Tabela 1 - Ranking dos estados: Evolução do emprego formal no primeiro quadrimestre de 2013

Ranking

Estados

Vagas geradas

SAO PAULO

216.021

RIO GRANDE DO SUL

77.122

MINAS GERAIS

68.507

PARANA

65.835

SANTA CATARINA

54.329

GOIAS

51.226

RIO DE JANEIRO

21.078

MATO GROSSO

15.411

BAHIA

15.078

10º

MATO GROSSO DO SUL

14.252

Fonte: MTE/Cadastro Geral de Empregados e Desempregados lei 4.923/65.

Elaboração: Instituto Mauro Borges / Segplan-GO / Gerência de Estudos Socioeconômicos e Especiais – 2013.

 


 

 


Mês de abril

Em abril de 2013, foram gerados em Goiás 18.676 (77.458 admitidos e 58.782 desligados) empregos formais, de acordo com o Caged, o que significou elevação de 1,59 % no estoque de empregos em relação ao mês anterior. Os dados revelam, também, que foi o melhor mês de abril de toda a série histórica.

 


 

 


Os setores de atividades que mais geraram vagas de emprego, em abril de 2013, foram os seguintes: indústria de transformação (8.205), construção civil (3.877) e serviços (3.553). Já o setor de comércio apresentou resultado negativo, com o fechamento de 418 postos de trabalho formal.

O dinamismo da indústria de transformação pode ser atribuído ao desempenho da indústria química (5.834 postos), com participação de 71,1% dos empregos gerados neste setor, sendo destaque a fabricação de biocombustíveis.

No setor de serviços, o melhor desempenho foi atribuído ao crescimento do ramo transporte e comunicação, com geração de 1.829 novas vagas de trabalho e participação de 51,5% dos empregos gerados neste setor.




 
Tabela 2- Estado de Goiás: Saldo – Admitidos/Desligados por setor de atividade econômica – 2012/13

Setores

Abril/2013

No ano**

Em 12 meses***

Adm

Desl

Saldo

Var. Estoque (%) *

Adm

Desl

Saldo

Var. Estoque (%)

Adm

Desl

Saldo

Var. Estoque (%)

Extrativa mineral

401

174

227

2,40

1.134

733

401

4,32

3.028

2.602

426

4,60

Indústria de transformação

20.318

12.113

8.205

3,26

62.842

45.345

17.497

7,20

161.206

147.876

13.330

5,39

Prod minerais não metálicos

925

809

116

0,75

3.634

3.348

286

1,86

10.474

10.310

164

1,06

Metalúrgica

702

725

-23

-0,17

3.231

2.629

602

4,56

8.907

8.108

799

6,14

Mecânica

539

756

-217

-2,83

2.445

2.282

163

2,21

6.320

5.829

491

6,96

Material elétrico e comunicação

88

105

-17

-1,10

412

345

67

4,60

1.131

1.069

62

4,24

Material de transporte

344

190

154

2,35

1.153

670

483

7,75

2.571

2.061

510

8,22

Madeira e mobiliário

584

516

68

0,64

2.352

2.010

342

3,30

6.220

5.839

381

3,69

Papel, papelão, editorial e gráfica

651

454

197

1,89

2.503

1.866

637

6,35

7.031

5.202

1.829

20,69

Borracha, Fumo e  Couros

427

329

98

1,31

1.511

1.286

225

3,05

4.018

3.733

285

3,89

Químico, Prod  Farmacêutico e Veterinário

7.894

2.060

5.834

11,09

16.775

6.848

9.927

20,45

36.289

33.223

3.066

5,53

Têxtil e vestuário

1.678

1.516

162

0,50

6.580

5.828

752

2,35

19.541

17.849

1.692

5,46

Calçados

64

98

-34

-1,69

276

337

-61

-2,96

892

1.029

-137

-6,41

Prod Alimentícios e Bebidas

6.422

4.555

1.867

2,05

21.970

17.896

4.074

4,57

57.812

53.624

4.188

4,70

Serviço industrial de utilidade pública

236

200

36

0,33

1.355

950

405

3,73

3.743

3.043

700

6,63

Construção civil

10.723

6.846

3.877

3,90

40.119

32.764

7.355

7,59

114.711

112.285

2.426

2,38

Comércio

14.728

15.146

-418

-0,15

59.037

56.766

2.271

0,83

175.669

164.189

11.480

4,33

Comércio  varejista

12.530

12.867

-337

-0,15

49.539

48.230

1.309

0,57

148.954

139.645

9.309

4,24

Comércio  atacadista

2.198

2.279

-81

-0,17

9.498

8.536

962

2,06

26.715

24.544

2.171

4,77

Serviços

22.693

19.140

3.553

0,84

90.148

75.089

15.059

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.